Revelando o mistério e a magia que cercam o Olivo della Strega da Toscana

Acredita-se que seja um local de encontro de bruxas e outras criaturas míticas, a datação por radiocarbono confirma que a árvore pode não viver por muito mais tempo.

Olivo della Strega. Foto: Dianora-Tinti
Por Francesca Oliva
4 de junho de 2023 10:33 ​​UTC
505
Olivo della Strega. Foto: Dianora-Tinti

No coração de Grosseto Maremma, fora das muralhas da cidade de Magliano, Toscana, ergue-se uma maravilha natural inspiradora que capturou a imaginação de moradores e visitantes.

Atrás dos 15thA Igreja de Santissima Annunziata, do século XX, encontra-se no incrível Olivo della Strega, um testemunho monumental dos mistérios do passado.

Esta antiga oliveira, que se acredita existir há mais de 3,500 anos, é um dos exemplos documentados mais antigos do mundo.

Veja também:Salvaguardando as árvores milenares da Itália

O nome Olivo della Strega carrega consigo uma rica tapeçaria de lendas que foram transmitidas por séculos.

De acordo com esses contos, durante a Idade Média, acreditava-se que a árvore era um local de encontro para as bruxas da região de Maremma.

Acompanhadas por criaturas míticas como os faunos (meio humanos e meio bodes) e os centauros (meio humanos e meio cavalos), as bruxas se reuniam na noite de São João, 23 de junho.rd, em meio a rituais pagãos ligados ao solstício de verão.

Durante essas reuniões misteriosas, as lendas dizem que uma bruxa poderosa dançava ao redor da árvore antiga, obrigando-a a se contorcer em sua forma atual. Então, quando o ritual chegava ao seu clímax, a bruxa se transformava em um enorme gato com olhos de fogo, tornando-se o guardião da árvore durante toda a noite.

O Olivo della Strega é um testemunho notável da passagem do tempo, com seu tronco e galhos envelhecidos preservando as histórias de rituais antigos e transformações sobrenaturais.

De acordo com antigas tradições orais, ritos pagãos eram realizados ao redor da árvore, e a invocação de sacerdotes provocava respostas sobrenaturais, fazendo com que a oliveira se contorcesse em formas estranhas e inquietantes.

Essas transformações místicas levaram à associação da bruxaria com a árvore, ganhando o nome sugestivo de Olivo della Strega.

As lendas contam ainda sobre as bruxas de Maremma que se reuniam sob seus galhos, participando de seus rituais sabáticos e invocando o diabo. A imagem de uma bruxa dançando em volta da árvore nas noites de sexta-feira, moldando-a à sua vontade, ficou arraigada na memória coletiva da região.

Mais uma vez, o ritual foi concluído com a bruxa principal se transformando em um gato para servir como guardião do tee até o amanhecer.

Em meio ao fascínio dessas lendas, o Olivo della Strega permanece como um símbolo querido de Magliano na antiga herança da Toscana.

Embora parcialmente petrificado, o seu tronco envelhecido continua a produzir azeitonas todos os anos através de um pequeno rebento. A análise de datação por carbono confirma seu declínio atual, estimando a idade do novo crescimento em 290 anos, com aproximadamente um terço da estrutura original remanescente.

Lamentavelmente, a árvore está em vias de extinção, projetada para morrer nos próximos 90 anos. No entanto, sua presença contínua serve como testemunho do fascínio duradouro por contos sobrenaturais e pelas forças místicas da natureza.

Visitantes de todos os lugares são atraídos para este monumento vivo, cativados pelas histórias que se desenrolaram sob seus antigos galhos por incontáveis ​​gerações.

A Olivo della Strega ocupa um lugar especial no coração dos habitantes locais, um símbolo da herança mítica de Magliano na Toscana.

À medida que continua de pé, convida todos os que o testemunham a refletir sobre o passado enigmático e se maravilhar com os mistérios que o cercam, preservando a magia de eras passadas para as gerações futuras.



Compartilhe este artigo

Anúncios
Anúncios

Artigos Relacionados